Está no ar...
As 7 Melhores
As 7 Melhores
Com Dj Seven
De 08h00 às 08h30
A seguir...
Power Music
Power Music
Com Dj Power
De 08h30 às 13h00
E depois tem...
Flash Power 2 Edição
Flash Power 2 Edição
Com Dj Flash
De 17h00 às 19h00

GERAL > VARIETY

Postada em 27/11/2019 ás 14h55 - atualizada em 27/11/2019 ás 15h29
De Superman a Lanterna Verde: Tudo o que você precisa saber sobre o futuro da DC nos cinemas
Depois de alguns fracassos comerciais, a empresa tem buscado se reinventar com icônicos personagens e superproduções
De Superman a Lanterna Verde: Tudo o que você precisa saber sobre o futuro da DC nos cinemas

Henry Cavill como Superman (Foto 1: Divulgação) / Ryan Reynolds (Foto 2: Reprodução)

Depois de experimentar o fracasso comercial e algumas críticas referente aos filmes Liga da Justiça e Batman vs Superman: Amanhecer da Justiça, a DC Films parece enfim, estar se recuperando. 



Os créditos da mudança desse cenário ficam com as produções, Aquaman e Coringa, que apresentaram um retorno positivo ao estúdio ao atingiram mais de US $ 1 bilhão nas bilheterias globais, sendo os primeiros filmes da DC a alcançarem esse número desde o encerramento da trilogia Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, de 2012.



Mas ainda existem obstáculos a serem superados. Um desses pontos, por exemplo, é que a empresa e o estúdio responsável pelas produções, a Warner Bros, ainda precisam descobrir o que fazer com os icônicos personagens como o Superman, por exemplo. 



Em um extenso artigo publicado pela Variety, algumas mudanças no estúdio foram apontadas. Leia abaixo os principais pontos: 



The Batman 



Sobre a produção do Homem-Morcego, surgiram alguns rumores de que o filme inteiro seria ambientado em Arkham Asylum, a prisão de alta segurança conhecida pelos fãs das HQs por alojar super-criminosos, mas parece que esse não é o caso da produção. 



Caso o filme funcione, a Warner Bros. e a DC acreditam que alguns personagens desse universo possam encabeçar os próprios filmes spin-off, como o próprio Batman e Aves de Rapina, que tem opções de contrato para aparecer em sequências e filmes independentes. 



Superman 



Enquanto para o Superman, o estúdio ainda não tem planos claros, já que o personagem viveu dois reboots diferentes nos últimos 13 anos, uma vez com o Brandon Routh e depois com o Henry Cavill. Além disso, o herói apareceu com frequência na televisão em programas como Lois e Clark e Smallville, o que levou a Warner a pensar que o mercado poderia estar saturado da história de Clark Kent



Por isso o estúdio tem pesquisando talentos de alto nível para tentar encontrar uma maneira de tornar o superman revelante para o público novamente. 



Algumas discussões com J.J. Abrams aconteceram e uma reunião com Michael B. Jordan no início do ano levantou ideias para o personagem. No entanto, Jordan não está envolvido no projeto pela falta de agenda. Ou seja, é improvável que um novo filme do Super-Homem chegue às grandes telas do cinema nos próximos dois anos, já que não há um roteiro ou editor escalado. 



Filmes com classificação +18



Segundo o Yahoo EntertainmentWalter Hamada, que foi contratado em 2018 para ser o presidente da DC Films, tem ajudado a traçar um caminho mais interessante para o universo cinematográfico da DC. Hamada tem sido creditado por ter um senso forte para histórias e consegue se concentrar nos resultados. 



Além disso, ele também é parceiro de Toby Emmerich no estúdio, os dois trabalharam juntos em sucessos anteriores da New Line como It e Invocação do Mal, mas insiders acreditam que após essa união o estúdio ficou mais aberto para realizar algumas mudanças no direcionamento dos filmes. Como por exemplo, a classificação indicativa. 



Coringa foi o primeiro lançamento da DC a receber esse título, e tudo indica que não será o  último. É de se esperar que Aves de Rapina tenha uma classificação semelhante, assim como Esquadrão Suicida, liderado por James Gunn



Lanterna Verde 



Além de mirar em pontos mais sombrios dos personagens, a DC tem revisitado personagens que a equipe acredita que foram mal apresentados em filmes anteriores. Um exemplo é o Lanterna Verde, que segue como uma prioriedade para o estúdio - mesmo que o último filme, lançado em 2011 tenha sido um desastre comerical -, Johns está prestes a entregar um roteiro no final deste ano. O projeto pode ser apresentado a Abrams e Bad Robot como uma opção de produção. 



Flash 



A Warner e a DC também planejam investir no Flash com a criativa interpretação de Ezra Miller. Para o filme, a empresa contratou o diretor Andy Muschietti e Christina Hodson como roteirista. 



Como Miller está escalado para Animais Fantásticos, significa que um filme solo do Lanterna Verde não deve aparecer até 2021. 



The Trench



Para tentar impulsionar ainda mais o sucesso de bilheteria de Aquaman, a DC tem buscado um diretor para The Trench, um spinoff sobre um grupo de criaturas marinhas que tiveram um papel coadjuvante em Aquaman



O próximo filme, centrado no rei de Atlântida - interpretado por Jason Momoa -, deve iniciar as filmagens no início de 2021. 



Além do cinema 



Já que a DC tem se pautado em reiveinções, a empresa não tem pensado apenas nas grandes telas dos cinemas. A HBO Max, o próximo serviço de streaming da WarnerMedia, está em busca de hospedar filmes da DC na plataforma. 


PUBLICADO POR: Power Web Rádio (Inhaúma - MG)

COMENTÁRIOS

VEJA TAMBÉM

Patrocinadores

Programação   •    Locutores   •    Notícias   •    Mural de recados   •    Agenda de shows   •    Clipes   •    Contato

© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados