Está no ar...
As 7 Melhores
As 7 Melhores
Com Dj Seven
De 08h00 às 08h30
A seguir...
Power Music
Power Music
Com Dj Power
De 08h30 às 13h00
E depois tem...
Flash Power 2 Edição
Flash Power 2 Edição
Com Dj Flash
De 17h00 às 19h00

ROCK > PARA 500 PESSOAS!

Postada em 04/09/2019 ás 13h55 - atualizada em 04/09/2019 ás 13h55
Roger Waters toca clássico do Pink Floyd em apoio a jornalista preso em Londres
Julian Assange, fundador do Wikileaks, enfrenta guerra política entre Suécia, Reino Unido, Equador e Estados Unidos há quase uma década
Roger Waters toca clássico do Pink Floyd em apoio a jornalista preso em Londres

Roger Waters (GDA / AP Images)

Roger Waters tocou nesta segunda, 2, em uma manifestação em apoio a Julian Assange, fundador do Wikileaks que encontra-se preso em Londres, local da performance. “Estamos com você. Libertem Julian Assange,” disse o músico para uma plateia de cerca de 500 pessoas. A performance aconteceu em frente ao Home Office, entidade britânica responsável por questões de imigração e segurança. 



Em seguida, tocou o clássico “Wish You Were Here,” do Pink Floyd. O título da canção pode ser traduzido para “gostaria que você estivesse aqui.” Waters também afirmou que Assange fica trancado “23 horas por dia.”



“Como podemos nos colocar no lugar de Julian Assange e seu confinamento na solitária, ou aquela criança na Síria ou na Palestina ou Rohingya sendo explodida em pedaços por pessoas que estão neste prédio aqui,” contestou o músico, apontando para o Home Office. “Isso chama-se empatia, e é a coisa mais valiosa que um ser humano pode ter em sua vida.”



Atualmente, Assange encontra-se preso em Londres depois de uma luta política de nove anos. Em 2010, a Suécia emitiu um mandado de prisão do jornalista - as suspeitas eram de agressão e estupro contra uma mulher sueca. O dono da Wikileaks negou e afirmou que não poderia ser preso, pois isso acarretaria na sua extradição para os Estados Unidos - onde seria julgado pelos vazamentos de documentos do governo. 



O jornalista se entregou à polícia britânica em 2010, e ficou preso por dez dias - saiu sob fiança. Em 2012, sua contestação do processo falhou, e ele fugiu (violando os termos de fiança) e pediu asilo político ao Equador. Morou na embaixada britânica do país até o início de 2019, quando foi preso pelas autoridades do Reino Unido - e encontra-se agora em Londres, local em que Roger Waters fez a manifestação. Assista aqui: https://youtu.be/5vvmOlZPIiQ


PUBLICADO POR: Power Web Rádio (Inhaúma - MG)

COMENTÁRIOS

VEJA TAMBÉM

Patrocinadores

Programação   •    Locutores   •    Notícias   •    Mural de recados   •    Agenda de shows   •    Clipes   •    Contato

© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados